Quem Somos / A Oceanotrade

A Oceanotrade


Iniciámos a nossa atividade há cerca de  40 anos, como Empresa exportadora, numa ocasião muito difícil, para  a balança de pagamentos do País.

Tivemos sucessos, em todos os Países que visitamos, e fizemos vários investimentos, com grupos locais, que continuam ativos e com um desenvolvimento sustentado.

Quando o nosso País recebeu expressivos apoios da Comunidade Europeia, e foram registados altos indícios de investimento, em especial na construção civil, sentimos que existia um vazio no mercado.

Para responder à procura desses novos projetos, os acionistas da Empresa decidiram voltar às origens da sua atividade laboral e dedicarem-se às especialidades que sempre dominaram, “Equipamentos de Proteção Individual, Materiais de Combate a Incêndios e Suporte da Vida Humana”. Procuramos representadas e parceiros das especialidades, de nível mundial, e fizemos acordos de distribuição, constituído stocks consideráveis.

Estávamos no ano de 1995 e surgiram obras de nível único, como a Ponte Vasco da Gama, a Expo 98, as novas linhas do Metropolitano de Lisboa, alterações diversas nos Caminhos de Ferro e, posteriormente, a Barragem do Alqueva. Em presença do binómio técnico económico que oferecemos, foi-nos adjudicada cerca de 90% dos equipamentos para estas obras e a totalidade das necessidades da Barragem do Alqueva.

Quando na Europa são tratados problemas de segurança, a nossa Empresa está sempre associada, ou por presença própria, ou através das nossas representadas, que representam o topo da investigação e fabrico desses equipamentos.

Estamos orgulhosos de conhecer as particularidades específicas de cada sector laboral e podemos contribuir com soluções integrais, apoiadas num novo “standard” de exigências de segurança.

Para contribuirmos com este objetivo, ampliamos as nossas instalações em Lisboa, para um novo edifício de 3 pisos, com cerca de 4 000 m2, onde agrupamos “show room”, escritórios, armazéns e centro de formação, e onde, com grande realismo, podemos simular condições de trabalho e de emergência, e testar as melhores soluções.

No Porto possuímos cerca de 1 000 m2 de instalações, onde reunimos bons profissionais, com formação permanente.

Nos palop, possuímos em diversos locais cerca de 8000m2 de  instalações e profissionais licenciados em Engenharia, que projetam e instalam sistemas de vigilância, de controlo de acessos, de deteção e incêndios e de extinção automática. Possuímos ainda condições para projetos globais do tipo “chave na mão”.

Atualmente, possuímos em todo o universo no Grupo cerca de 220 pessoas, com uma faturação consolidada de 20 milhões de Euros, o que só é possível com grande humildade e dedicação aos nossos clientes e dos nossos colaboradores.

Fechámos no ano de 2010 um contrato de exportação de 12 (doze) veículos de combate a incêndios industriais triplo agente (água, espuma e pó-químico), num projeto que contamos com parceiros nacionais e estrangeiros, para o chassis e para a superstrutura em matérias compósitos, e restantes componentes, onde se incluem bombas de alta pressão e alto débito, monitores com comando “wireless”, carretéis elétricos, agulhetas multi-débito, aparelhos respiratórios, etc.

Enfim, tudo o que é necessário para que a guarnição do veículo opere em condições extremas com total segurança. Todo este trabalho foi realizado com recurso exclusivo a equipamentos das nossas representadas.

Trata-se de um processo de exportação único em Portugal, cuja apresentação teve lugar na Feira Internacional INTERSHULTZ, que se realizou em Leipzig, Alemanha, o que nos traz responsabilidades acrescidas, sempre com vista ao crescimento, sempre com o objetivo da proteção e da qualidade da vida humana.

Continuamos na aposta da Internacionalização com a nossa marca PRINCETOWN, promovendo-a este ano (2016), em feiras como Dubai, Moçambique, Madrid, Colômbia, de que esperamos retorno pelo excelente interesse e acolhimento dos visitantes.


Newsletter
Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades diretamente na suca caixa de correio electrónico.